Temperando os Haikais de Sílvia Rocha

Temperando os Haikais de Sílvia Rocha

Eis um livro doce, de grande intensidade e inúmeros significados.

Você pode degustá-lo de pouquinho em pouquinho ou pode devorá-lo de uma só vez, mas te garanto que não conseguirá prosseguir com rapidez para uma próxima leitura, pois ele nos acompanha por um bom tempo e pede para que voltemos a folheá-lo de quando em quando.

Sílvia Rocha aborda muitos temas, com poucas palavras desnuda a grandeza de nossa Bahia com seu sincretismo religioso, atenta-nos para essa percepção, pois nos é claro que ela a sabe, mas a sente muito mais:

 

“bahia zen
santos e séculos
guias do além”

 

Seus Haikais nos acalentam, mostram-nos a simplicidade na grandeza da vida, nos sentimentos nobres que muitas vezes amedrontam, mas logo depois libertam.

 

“solidão
não te come não te mata
te retrata”

 

Ah… A responsabilidade materna, nós mulheres tanto temos, ou nada temos, a oferecer, a receber, tantos cuidados tomados, velados.

“influência materna
na vida eterna
amém”

E, assim, poderia continuar prosseguindo, comentando cada Haikai lido, pensado, desfrutado, mas isso seria estragar o prazer que cada um pode encontrar com sua própria leitura. Então termino aqui com mais uma grandeza de Sílvia Rocha:

“curta
a vida é
curta”

Desfrute-o!


Por Nanci Helen, em Temperando as Palavras


Para adquirir o livro, clique aqui.

Sem Comentários

Postar Comentário